BIOGRAFIA



Aquiles Priester nasceu na África do Sul, mas veio ainda criança para o Brasil, passando a infância e adolescência em Foz do Iguaçu, no Paraná, até mudar-se para Porto Alegre (RS). Foi lá que começou a levar a música mais a sério, participando de diversas bandas, até montar o grupo de heavy metal Hangar, em 1997, quando começou a desenvolver o estilo que o tornaria famoso mundialmente.O Hangar lançou dois Cd’s: Last Time e Inside Your Soul e o próximo cd já está a caminho.
No Hangar, abriu um show para o Angra, e em 2000, de passagem por São Paulo, Priester foi apresentado a Kiko Loureiro, que o convidou para fazer um teste para a banda, na época sem baterista: “Kiko e Rafael me falaram que já estavam testando outros bateristas e que se achassem algum baterista interessante eu perderia a chance. Na hora eu falei para eles: - Faça o teste com quem vocês quiserem, mas não decidam nada antes de me ver tocando. Mais tarde eles me disseram que essa confiança e segurança que eu tinha passado foram decisivas para que eles esperassem para me ver tocando ao vivo.”
Em 2004, ele foi eleito o melhor baterista de heavy metal do Brasil, pelas revistas Rock Brigade e Roadie Crew, as duas maiores publicações do gênero no país. Também venceu a votação no site brasileiro Whiplash. Na revista Burrn! do Japão, Priester foi o único brasileiro a entrar no ranking dos 30 melhores bateristas, em 2004, ocupando o 4º lugar na votação geral, posicionando-se à frente de nomes como Nicko McBrain (Iron Maiden) e Lars Ulrich (Metallica). “Hoje olho para trás e vejo que por mais duro que tenha sido o caminho que percorri para chegar onde estou, sempre tive a perseverança para acreditar que quem realmente sonha e faz por merecer, consegue. Sou uma pessoa comum que tinha um sonho e foi atrás para realizá-lo, e por mais difícil e ardorosa que tenha sido essa jornada, no fundo eu sempre soube que esse era o meu destino: - Ser músico. Em todos esse anos sempre existiram muitas superstições e outras coisas que me fizeram acreditar que esse era o caminho. No meio disso tudo sempre tive comigo um provérbio chinês que diz o seguinte: “Onde há uma vontade, há um caminho”.
Se você tem uma vontade, você pode fazer o seu caminho...
Aquiles Priester


INSIDE MY DRUMS




O vídeo registra um dos workshops que o batera fez ao longo de 2003 por todo o Brasil e foi gravado no Auditório Mix Music Hall do EM&T, em São Paulo, no dia 29 de novembro.
Assistindo-se às duas horas do DVD fica fácil entender porque o público e a imprensa especializada consideram Aquiles Priester o principal baterista de Heavy Metal do Brasil. Afinal, ali está, sem difarces e dissecada por várias câmeras, toda a técnica de Aquiles pilotando uma inacreditável bateria com quase 30 peças, ele faz esse kit monstruoso parecer pequeno, já que dá conta dele com tranqüilidade.
Como uma das marcas registradas do batera é o trabalho de dois bumbos, há uma câmera que registra essa performance praticamente em tempo integral. E o resultado impressiona, já que a precisão e a velocidade atingidas por Aquiles parecem simplesmente inalcançáveis. “Live In Concert – Inside My Drums” é um vídeo obrigatório para qualquer um que tenha o mínimo de curiosidade em saber como é feita aquela música que você tanto curte. Aquiles explica isso em detalhes neste DVD.

(Antonio Carlos Monteiro)

Track List do DVD:

1. Acid Rain
2. Inside your Soul
3. Judgement Day
4. Running Alone
5. Legions of Fate
6. Millennium Sun
7. Hunters and Prey
8. Falling in Disgrace
9. Unholy Wars
10. Heroes of Sand
11. No Command
12. Nova Era

Bonus Tracks:

Ask the Lonely (Journey)
Hangar version – Very Special Guest: Edu Falaschi
Perfect Strangers (Deep Purple)
Hangar version
Drum Solo
Recorded at Credicard Hall, São Paulo, on December 21st, 2002.
Extras: Bastidores da Workshop Tour pelo Brasil, Entrevista, Multi Angle, Bonus Tracks e Galeria de Fotos.


INSIDE MY PSYCHOBOOK




Por que lançar um livro com 100 exercícios de dois bumbos? Para mim, isso é muito fácil de responder. Em todo trabalho que venho realizando nos últimos 10 anos, esse é meu enfoque principal.
A técnica de dois bumbos hoje faz parte da linguagem musical do baterista moderno e deixou de ser uma ferramenta exclusiva do músico que toca heavy metal. A evolução das idéias e das técnicas desse estilo está sempre à frente e, a cada dia, percebo que o estudo dos dois bumbos é interminável, pois até as novidades estão sempre sendo recicladas. Desde que comecei a fazer workshops, sempre escuto a mesma pergunta em todos os eventos: qual o exercício ideal para aumentar minha habilidade nos dois bumbos? Esse método é a minha resposta para essa pergunta. Aqui estão 100 exercícios, dos básicos aos avançados, que mostram meu estilo de tocá-los.
Fiz questão de reforçar bem a base, já que sem isso não existe estrutura para se desenvolver corretamente e seguir desbravando o estudo desse estilo sem limites. Alguns exercícios foram tocados com dois rides mas, caso você não tenha dois rides no seu kit, pode fechar bem o seu hi-hat esquerdo e utilizá-lo para tocar os exercícios. Foi assim que comecei a desenvolver a mão esquerda nos grooves e a me interessar pelo segundo ride.
Naturalmente, eu conduzo os grooves quaternários em colcheias, acentuando a primeira e a terceira notas usando “down stroke”, enquanto a segunda e a quarta toco praticamente como “ghost note”, usando “up stroke”. É isso que caracteriza o meu groove e, dessa forma, mesmo tocando heavy metal, minha condução não fica reta e mecânica. Antes de começar os exercícios, dependendo da fórmula de compasso, o metrônomo tocará um compasso de espera – com exceção dos exercícios em que o andamento é mais rápido, nos quais deixei dois compassos de espera.
Estudar os exercícios dessa forma aumentará significativamente sua intimidade com a técnica de dois bumbos. Conforme você for praticando, outras novas idéias de grooves surgirão e você ainda ampliará cada vez mais o seu vocabulário.
Muita sorte e boa prática para todos! Um abraço,
Aquiles Priester


THE REASON OF YOUR CONVICTION



“The Reason Of Your Conviction” é um disco que pode ser interpretado de várias formas, principalmente porque são inúmeras as características que o compõem. Flertando com várias tendências e levando a capacidade técnica de seus músicos a extremos, o álbum jamais fica em cima do muro, preferindo mostrar uma cara e uma identidade totalmente próprias. Em vez de se acomodar na mesmice, o Hangar preferiu subverter algumas regras e se atirar de cabeça em aspectos tão esquecidos pelo heavy metal dos dias antissépticos em que vivemos, como ousadia, técnica e feeling. Como já vimos, com “The Reason Of Your Conviction” o Hangar resolveu saltar para os níveis mais altos de projeção dentro da cena do metal mundial. É quase impossível que não consiga.

(Antonio Carlos Monteiro)

Tracklist:

01. Just The Beginning
02. The Reason Of Your Conviction
03. Hastiness
04. Call Me In The Name Of Death
05. Forgive The Pain
06. Captivity (A House with a thousand rooms)
07. Forgotten Pictures
08. Everlasting Is The Salvation
09. One More Chance
10. When The Darkness Takes You
11. Your Skin and Bones (Bonus Track for Japan)

Bonus videos:
Call Me In The Name Of Death [video clip]
Call Me In The Name Of Death [making of]


FREAKEYS


"Tudo pode ser estranho, dependendo do ponto de vista".
Seja franco: quantas vezes você já viu um trabalho musical baseado em apenas uma frase? E numa frase ao mesmo tempo despojada e enigmática como essa aí em cima? Pois foi com base nesse dito que quatro conhecidos e virtuosos músicos de heavy metal desenvolveram seu trabalho.
O Freakeys nasceu para que Fábio Laguna (Angra e Hangar), Aquiles Priester (Angra e Hangar), Felipe Andreoli (Angra e Karma) e Eduardo Martinez (Hangar e Lápide) pudessem fazer “coisas que jamais faríamos nas nossas outras bandas”, como explica o baterista. O resultado disso acabou sendo uma música dífícil de rotular, uma espécie de mix de heavy metal com progressivo, temperado com muita ousadia e criatividade, mas muito fácil de se apreciar.
Para chegar no resultado que se ouve no disco de estréia, a banda trabalhou de forma totalmente inusitada. Fábio escreveu todos os temas em quarenta dias para seu novo disco solo, e quase um ano depois, junto com Aquiles, definiu os arranjos que seriam as bases do início do trabalho. O que seria um disco solo tomou naturalmente o caminho para um projeto tamanho o comprometimento dos músicos com as novas composições. Os dois ensaiaram os temas e os passaram para Felipe e Martinez. O passo seguinte foi a gravação: cada músico gravou em estúdio diferente, já que a idéia era que cada um trabalhasse onde se sentisse mais à vontade.
Agora, Freakeys, disco que leva o nome do quarteto, está saindo pela Voicemusic, para mostrar aos fãs de heavy metal em particular e de boa música em geral que, dependendo do ponto de vista, tudo pode ser estranho – mas pode ser muito bom também. Deixe a música do Freakeys surpreender você!!!

Tracklist:
1. One Cup One Lighter One Jack
2. Beetle Dance
3. The Dream Seller
4. Golden Bullet
5. Gallamawhat?!
6. Zoo Zoe
7. Freakeys
8. One More Coffee
9. Requiem Aeternam
10. Rucula’n’Rum


A MÁSCARA





Como surgiu e quais os detalhes da máscara do Polvo que você sempre costuma usar?

Aquiles Priester: Na verdade isso aí foi uma brincadeira, a gente estava fazendo uma tarde de autógrafos em Limeira/SP e eu vi uma máscara, que na verdade era uma máscara de goleiro de hockey. Aí quando eu vi a máscara pensei: " pô essa máscara vai ficar legal na minha bateria", porque ela era de alumínio, então, ia combinar com as ferragens, aí eu pedi a máscara,que era de uma pessoa que estava realizando o show lá, ele me deu e eu começei a usar.
Quando eu fui lançar o meu DVD ( Inside My Drums ), eu tava pensando em usar essa máscara como símbolo meu, só que aí eu fiquei preocupado com os direitos autorais, de saber de quem era a máscara, pois eu estava usando uma coisa que eu não sabia de quem que era. Então eu resolvi criar uma máscara utilizando o apelido que o Edu me deu ( Edu Falaschi - vocalista do Angra ) né, de POLVO, então aí eu peguei aquela antiga máscara minha e mantive as mesmas características e tentei dar uma cara de polvo-cibernético-alienígena. E foi assim que pintou, foi mais um esquema de brincadeira, não tinha uma intenção de ter um ícone, de ter uma imagem minha, sabe, foi coisa que acabou rolando, acho que foi até por isso que deu certo.

Retirado da entrevista realizada pelo site Rock on Stage.


O AUTÓGRAFO



Blog APP: Sobre o autógrafo, como você criou algo tão diferente e criativo?

Aquiles: Na verdade esse autógrafo já existe a mais ou menos uns 16 anos, pois na época que eu desenhava bastante eu costumava assinar meus desenhos dessa forma. Acho que a assinatura/símbolo que o Derek Riggs (desenhista que fez a maior parte das capas do Iron Maiden) usava me inspirou a tentar algo novo.


Aquiles Priester - AGENDA


16/11 - Workshop Aquiles Priester + Nando Mello - São Carlos/SP

28/11 - Workshop Aquiles Priester + Nando Mello - Rondonópolis/MS

29/11 - Aulas Particulares com Aquiles Priester - Cuiabá/MT

30/11 – Workshop Aquiles Priester + Nando Mello - Cuiabá/MT

02/12 – Workshop Aquiles Priester + Nando Mello - Campo Grande/MS

03/12 – Workshop Aquiles Priester + Nando Mello - Dourados/MS

06/12 - Workshop Aquiles Priester + Nando Mello - Três Lagoas/MS

08/12 - Aulas particulares com Aquiles Priester em Curitiba/PR.

09/12 - Workshop Aquiles Priester + Nando Mello - Curitiba/PR

SHOWS - HANGAR:


12/10 - Hangar + Andre Matos e Banda - São Paulo/SP

13/12- Hangar + Andre Matos e Banda – Curitiba/PR

14/12- Hangar + Andre Matos e Banda - Porto Alegre/RS

18/12- Hangar + Andre Matos e Banda – Campinas/SP

19/12- Hangar + Andre Matos e Banda - Belo Horizonte/BH

20/12- Hangar + Andre Matos e Banda - Rio de Janeiro/RJ


Bateria Mapex Aquiles Priester



A Mapex, uma das maiores fabricantes de baterias no mundo, criou a bateria Mapex Limited Edition Aquiles Priester linha signature. Essa homenagem ganha mais importância ainda quando se leva em conta que é a primeira vez que um baterista brasileiro ganha um modelo de bateria signature fabricado por uma empresa internacional. A madeira utilizada para a fabricação foi a basswood, que é uma madeira que explora muito bem os sons mais graves. A bateria é composta por dois bumbos de 22”X18,5”, tons de 12”X10” e 13”X11”, surdo de 16”X16” e caixa de 14”X5,5”. A espessura de parede de todas as peças é de 9 mm, com exceção dos bumbos, que é de 12 mm. O bumbo não tem furação e os tons vêm com um sistema de suspensão sem furos na madeira e o acabamento de toda bateria é encerado. Ainda complementam a configuração da bateria duas estantes para pratos (uma reta e uma girafa), uma estante de caixa, banco e uma máquina de chimbal.




Michely Sobral

Cidade:Fortaleza
Contato:blogapp@yahoo.com.br

Meu perfil
BRASIL, Nordeste, FORTALEZA, Mulher




Histórico:

- 20/02/2011 a 26/02/2011
- 08/08/2010 a 14/08/2010
- 11/07/2010 a 17/07/2010
- 20/06/2010 a 26/06/2010
- 02/05/2010 a 08/05/2010
- 18/04/2010 a 24/04/2010
- 28/03/2010 a 03/04/2010
- 14/03/2010 a 20/03/2010
- 28/02/2010 a 06/03/2010
- 14/02/2010 a 20/02/2010
- 31/01/2010 a 06/02/2010
- 24/01/2010 a 30/01/2010
- 17/01/2010 a 23/01/2010
- 10/01/2010 a 16/01/2010
- 03/01/2010 a 09/01/2010
- 27/12/2009 a 02/01/2010
- 20/12/2009 a 26/12/2009
- 13/12/2009 a 19/12/2009
- 29/11/2009 a 05/12/2009
- 22/11/2009 a 28/11/2009
- 15/11/2009 a 21/11/2009
- 25/10/2009 a 31/10/2009
- 11/10/2009 a 17/10/2009
- 04/10/2009 a 10/10/2009
- 27/09/2009 a 03/10/2009
- 13/09/2009 a 19/09/2009
- 06/09/2009 a 12/09/2009
- 30/08/2009 a 05/09/2009
- 23/08/2009 a 29/08/2009
- 16/08/2009 a 22/08/2009
- 09/08/2009 a 15/08/2009
- 02/08/2009 a 08/08/2009
- 26/07/2009 a 01/08/2009
- 19/07/2009 a 25/07/2009
- 12/07/2009 a 18/07/2009
- 28/06/2009 a 04/07/2009
- 21/06/2009 a 27/06/2009
- 14/06/2009 a 20/06/2009
- 07/06/2009 a 13/06/2009
- 31/05/2009 a 06/06/2009
- 24/05/2009 a 30/05/2009
- 17/05/2009 a 23/05/2009
- 10/05/2009 a 16/05/2009
- 03/05/2009 a 09/05/2009
- 26/04/2009 a 02/05/2009
- 19/04/2009 a 25/04/2009
- 12/04/2009 a 18/04/2009
- 05/04/2009 a 11/04/2009
- 29/03/2009 a 04/04/2009
- 22/03/2009 a 28/03/2009
- 15/03/2009 a 21/03/2009
- 08/03/2009 a 14/03/2009
- 22/02/2009 a 28/02/2009
- 15/02/2009 a 21/02/2009
- 08/02/2009 a 14/02/2009
- 01/02/2009 a 07/02/2009
- 25/01/2009 a 31/01/2009
- 18/01/2009 a 24/01/2009
- 11/01/2009 a 17/01/2009
- 04/01/2009 a 10/01/2009
- 28/12/2008 a 03/01/2009
- 21/12/2008 a 27/12/2008
- 14/12/2008 a 20/12/2008
- 07/12/2008 a 13/12/2008
- 30/11/2008 a 06/12/2008
- 23/11/2008 a 29/11/2008
- 16/11/2008 a 22/11/2008
- 09/11/2008 a 15/11/2008
- 02/11/2008 a 08/11/2008
- 26/10/2008 a 01/11/2008
- 19/10/2008 a 25/10/2008
- 12/10/2008 a 18/10/2008
- 05/10/2008 a 11/10/2008
- 28/09/2008 a 04/10/2008
- 21/09/2008 a 27/09/2008
- 14/09/2008 a 20/09/2008
- 07/09/2008 a 13/09/2008
- 31/08/2008 a 06/09/2008
- 24/08/2008 a 30/08/2008
- 17/08/2008 a 23/08/2008
- 10/08/2008 a 16/08/2008
- 03/08/2008 a 09/08/2008
- 27/07/2008 a 02/08/2008
- 20/07/2008 a 26/07/2008
- 13/07/2008 a 19/07/2008
- 06/07/2008 a 12/07/2008
- 29/06/2008 a 05/07/2008
- 22/06/2008 a 28/06/2008
- 15/06/2008 a 21/06/2008
- 08/06/2008 a 14/06/2008
- 01/06/2008 a 07/06/2008
- 25/05/2008 a 31/05/2008
- 18/05/2008 a 24/05/2008
- 11/05/2008 a 17/05/2008
- 04/05/2008 a 10/05/2008
- 27/04/2008 a 03/05/2008
- 20/04/2008 a 26/04/2008
- 13/04/2008 a 19/04/2008
- 06/04/2008 a 12/04/2008
- 30/03/2008 a 05/04/2008
- 23/03/2008 a 29/03/2008
- 16/03/2008 a 22/03/2008
- 09/03/2008 a 15/03/2008
- 02/03/2008 a 08/03/2008
- 24/02/2008 a 01/03/2008
- 17/02/2008 a 23/02/2008
- 10/02/2008 a 16/02/2008
- 03/02/2008 a 09/02/2008
- 27/01/2008 a 02/02/2008
- 20/01/2008 a 26/01/2008
- 13/01/2008 a 19/01/2008
- 06/01/2008 a 12/01/2008
- 30/12/2007 a 05/01/2008
- 23/12/2007 a 29/12/2007
- 16/12/2007 a 22/12/2007
- 09/12/2007 a 15/12/2007
- 02/12/2007 a 08/12/2007
- 25/11/2007 a 01/12/2007
- 18/11/2007 a 24/11/2007
- 04/11/2007 a 10/11/2007
- 28/10/2007 a 03/11/2007
- 21/10/2007 a 27/10/2007
- 14/10/2007 a 20/10/2007
- 07/10/2007 a 13/10/2007
- 30/09/2007 a 06/10/2007
- 23/09/2007 a 29/09/2007
- 09/09/2007 a 15/09/2007
- 02/09/2007 a 08/09/2007
- 12/08/2007 a 18/08/2007
- 05/08/2007 a 11/08/2007
- 29/07/2007 a 04/08/2007
- 22/07/2007 a 28/07/2007
- 15/07/2007 a 21/07/2007
- 08/07/2007 a 14/07/2007
- 01/07/2007 a 07/07/2007
- 24/06/2007 a 30/06/2007
- 17/06/2007 a 23/06/2007
- 10/06/2007 a 16/06/2007
- 03/06/2007 a 09/06/2007
- 20/05/2007 a 26/05/2007
- 06/05/2007 a 12/05/2007
- 29/04/2007 a 05/05/2007
- 22/04/2007 a 28/04/2007
- 08/04/2007 a 14/04/2007
- 25/03/2007 a 31/03/2007
- 18/03/2007 a 24/03/2007
- 04/03/2007 a 10/03/2007
- 25/02/2007 a 03/03/2007
- 18/02/2007 a 24/02/2007
- 11/02/2007 a 17/02/2007
- 04/02/2007 a 10/02/2007
- 21/01/2007 a 27/01/2007
- 14/01/2007 a 20/01/2007
- 07/01/2007 a 13/01/2007
- 31/12/2006 a 06/01/2007
- 24/12/2006 a 30/12/2006
- 17/12/2006 a 23/12/2006
- 10/12/2006 a 16/12/2006
- 03/12/2006 a 09/12/2006
- 19/11/2006 a 25/11/2006
- 29/10/2006 a 04/11/2006
- 22/10/2006 a 28/10/2006
- 15/10/2006 a 21/10/2006
- 08/10/2006 a 14/10/2006
- 01/10/2006 a 07/10/2006
- 24/09/2006 a 30/09/2006
- 17/09/2006 a 23/09/2006
- 10/09/2006 a 16/09/2006
- 27/08/2006 a 02/09/2006
- 13/08/2006 a 19/08/2006
- 06/08/2006 a 12/08/2006
- 30/07/2006 a 05/08/2006
- 23/07/2006 a 29/07/2006
- 16/07/2006 a 22/07/2006
- 09/07/2006 a 15/07/2006
- 02/07/2006 a 08/07/2006
- 25/06/2006 a 01/07/2006
- 18/06/2006 a 24/06/2006
- 11/06/2006 a 17/06/2006
- 04/06/2006 a 10/06/2006
- 28/05/2006 a 03/06/2006
- 21/05/2006 a 27/05/2006
- 14/05/2006 a 20/05/2006
- 07/05/2006 a 13/05/2006
- 30/04/2006 a 06/05/2006
- 23/04/2006 a 29/04/2006
- 16/04/2006 a 22/04/2006
- 09/04/2006 a 15/04/2006
- 26/03/2006 a 01/04/2006
- 19/03/2006 a 25/03/2006
- 05/03/2006 a 11/03/2006
- 26/02/2006 a 04/03/2006
- 19/02/2006 a 25/02/2006
- 05/02/2006 a 11/02/2006
- 22/01/2006 a 28/01/2006
- 15/01/2006 a 21/01/2006
- 08/01/2006 a 14/01/2006
- 01/01/2006 a 07/01/2006
- 25/12/2005 a 31/12/2005
- 18/12/2005 a 24/12/2005
- 27/11/2005 a 03/12/2005
- 20/11/2005 a 26/11/2005
- 13/11/2005 a 19/11/2005
- 06/11/2005 a 12/11/2005
- 16/10/2005 a 22/10/2005
- 25/09/2005 a 01/10/2005
- 18/09/2005 a 24/09/2005
- 11/09/2005 a 17/09/2005
- 28/08/2005 a 03/09/2005
- 21/08/2005 a 27/08/2005
- 07/08/2005 a 13/08/2005
- 31/07/2005 a 06/08/2005
- 24/07/2005 a 30/07/2005
- 17/07/2005 a 23/07/2005
- 03/07/2005 a 09/07/2005
- 26/06/2005 a 02/07/2005
- 19/06/2005 a 25/06/2005
- 12/06/2005 a 18/06/2005
- 05/06/2005 a 11/06/2005
- 29/05/2005 a 04/06/2005
- 08/05/2005 a 14/05/2005
- 01/05/2005 a 07/05/2005
- 24/04/2005 a 30/04/2005
- 03/04/2005 a 09/04/2005
- 27/02/2005 a 05/03/2005
- 23/01/2005 a 29/01/2005
- 09/01/2005 a 15/01/2005
- 02/01/2005 a 08/01/2005



Outros sites:

- Site Oficial do Aquiles
- Comunidade Oficial Aquiles Priester no Orkut
- Aquiles - Vídeos You Tube
- Site do Hangar (NOVO)
- Fórum Oficial do Hangar (NOVO)
- Comunidade Oficial do Hangar - Orkut
- Flogão Aquiles- Blog APP
- Aquiles Official Myspace
- Whiplash!
- Stay Heavy
- Site Rock On Stage
- Flogão Hangar
- Hangar Official MySpace
- Nando Mello Official MySpace
- Nando Mello Oficial Site
- Inside My Psychobook - HotSite
- Fábio Laguna - Blog


Votação:

- Dê uma nota para meu blog

Indique esse Blog


Contador:

Código html:
Cristiny On Line



Novo Clipe do Hangar no Stay Heavy :

 

 

O programa Stay Heavy dessa semana exibirá o clipe da música "Call Me In The Name Of Death", do Cd The Reason of Your Conviction. A direção desse trabalho ficou por conta dos conceituados diretores Carina Zaratin e Fred Ouro Preto.

 

O Stay Heavy vai ao ar toda sexta-feira às 22h30 pela Rede NGT em canal aberto em São Paulo e região metropolitana pelo canal 48 UHF e no Rio de Janeiro pelo canal 26 UHF. Também é transmitido por mais de 50 emissoras espalhadas pelo Brasil. Confira todos os canais e respectivos horários atualizados em http://www.stayheavy.com/pt/transmissao.php. E assista a qualquer momento pela internet em www.showlivre.com.

 

* Aqui em Fortaleza o Stay Heavy é transmitido pela TV União, na madrugada de sábado para domingo à 1h00 (horário local) *



- Postado por: Michely Sobral às 09h30
[ ] [ envie esta mensagem ]

___________________________________________________




Últimos dias da Promoção:

 

Festa de lançamento do novo CD da banda Hangar!

 

 

A promoção está chegando ao fim...mas ainda dá tempo de participar, envie sua frase até o dia 29 de novembro e boa sorte!!! 

 

As Regras:

 

1- A promoção é aberta a todos aqueles que realmente desejem participar da Festa de Lançamento do TROYC.

2- A banda não se responsabilizará pelo transporte dos sorteados.

3- Envie e-mail com seu nome completo, RG, endereço e telefone para promo@hangar.mus.br

4- Cada participante só poderá enviar um (1) e-mail com no máximo três (3) linhas com fonte Arial tamanho doze (12).

5- E-mails com dados incompletos, ou que não respeitarem o item 4 serão deletados.

6- Serão escolhidas as 10 melhores respostas e seus autores comunicados por e-mails sobre o local e horário do evento. A lista com o nome dos vencedores será divulgada no Site Oficial da banda e no Blog APP.

7-Serão válidos os e-mails enviados até o dia 29/11/2007.

8-Divulgação do resultado até o dia 1° de dezembro de 2007.

 



- Postado por: Michely Sobral às 22h25
[ ] [ envie esta mensagem ]

___________________________________________________




The Reason Of Your Conviction, edição nacional já à venda:

 

 

Já está à venda o cd The Reason of Your Conviction versão nacional. A primeira prensagem é uma edição limitada que contém CD+DVD. O DVD bônus traz o vídeo clipe e o making of da música Call me in the Name of Death.

 

Um prefácio para a sua mente...

 

“De alguma forma, a dor de dentro dos seus olhos é apenas o começo...”

 

Essa frase dá início a uma história fictícia, em que qualquer semelhança com alguma história real será mera coincidência. O disco The Reason of your Convicition, é conceitual e conta a história de uma pessoa comum que, após ter ficado adormecida por três dias, sente algumas perturbações mentais e resolve mudar completamente sua vida, buscando novas aventuras e tentando ter novas sensações. Durante esse sonho, vozes o ensinam todas as frases secretas para sua vida fazer algum sentido. Essas frases estão incompletas e seu complemento deverá se encontrado através das experiências vividas pelo personagem principal. Após o sonho, tudo pode ser visto de uma outra maneira e não só ele percebe que agora não é mais a mesma pessoa como todos que estão à sua volta também percebem isso.

 

Agora, tudo faz mais sentido, pois cada ato desse mundo psicótico está ligado àquelas frases e a cada vez que ele encontra as palavras para finalizar e dar sentido para alguma frase, logo se lembra do sonho, que foi o momento em que essas frases foram colocadas em sua mente pela primeira vez – como se fosse um quebra-cabeça que pode ser montado ao longo de uma vida. No decorrer da história, ele começa a acreditar que quando se tira a vida de alguém isso pode ser canalizado para um campo onde o entendimento do homem ainda não é pleno, canalizando todo o poder da vida para si mesmo. Cada passo é minuciosamente estudado e agora sua ligação com suas vítimas não faz mais parte do mundo onde as coisas podem ser explicadas. Num certo momento, a sensação que o personagem tem é que, para vivenciar esse tipo de situação, ele precisa estar pronto para viver num mundo distante do real, no qual tudo que imaginamos pode ser vivido, mesmo que de uma forma particular e secreta. A linguagem é bem abstrata e não tem nada muito explícito e rude.

 

De acordo com a visão do personagem principal, existem coisas que só podemos sentir e enxergar quando estamos tomados pela adrenalina e sem ter noção do que estamos fazendo – ou seja, quando à razão dá espaço para a emoção. Dessa forma, a emoção também faz sua parte da história, para que todo mundo possa se identificar de alguma forma com a trajetória caótica do personagem.

 

Quem de nós já não se imaginou na pele de um personagem de algum filme? Quem já não se imaginou contracenando com um ator e tentado mudar o final de uma história? Assim, você, como ouvinte, tem seu papel nessa história, que é interpretar cada letra, cada harmonia, cada melodia, cada arranjo e cada música, imaginando tudo isso da sua forma e fazendo com que essa história seja apenas o começo do seu mundo de tentativas para novas descobertas, seja elas quais forem! Desafiem a mente de vocês, tenho certeza que vocês irão se surpreender!

 

De alguma forma, todas as cenas, pensamentos e imaginações que se passaram pela sua mente enquanto você lia esse texto são apenas o começo...

 

Aquiles Priester

 

 

Release:

 

Quem já tem certa experiência no maravilhoso mundo do heavy metal não encontra grande dificuldade para entender qual a intenção que um disco traz em si – porque os discos têm, sim, algumas intenções além de simplesmente divulgar a música do artista. E a intenção de terceiro disco da banda Hangar é claramente elevar o grupo para os níveis mais altos de projeção dentro da cena do metal mundial.

 

Afinal, tudo no disco aponta para esse objetivo. Começando pela temática que envolve o disco – já que é o primeiro trabalho conceitual lançado pela banda – “The Reason Of Your Conviction” se sai muito bem desse desafio, já que traz em si um muito bem-vindo conceito com bastante conteúdo. Por que não paramos para pensar, de vez em quando? Esse parece ter sido o princípio do qual a banda partiu para contar a história de um sujeito que, após ficar três dias adormecido, começa a sofrer alucinações e entra num mundo de questionamentos e reflexões. Dor e alegria, sonho e realidade, sofrimento e paz, culpa e punição, amor e ódio se misturam ao longo de uma história que consegue ser concreta e abstrata ao mesmo tempo, além de trazer um final inesperado – afinal, alguém já disse que toda história tem que ser bem contada. A de “The Reason Of Your Convicition” é como aquele livro que te faz virar a noite grudado nele, querendo saber como termina. Só que de nada adiantaria isso se as letras não fossem bem tramadas e bem construídas. Basta dar uma lida nelas para perceber que Aquiles Priester dedicou-se com afinco a essa tarefa.

 

Porém, não estamos falando só de história, mas sobretudo de música. E ela surge aqui em sua plenitude, executada por cinco músicos que sabem de cor tudo o que deve ser feito para impressionar positivamente o ouvinte. Eduardo Martinez, guitarrista que tem desenvoltura de sobra em estilos que vão do thrash metal ao erudito, coloca todo seu virtuosismo a serviço do feeling; Fábio Laguna mostra para quem ainda não sabia que os teclados, quando utilizados por quem entende do instrumento, podem ser colocados a serviço de riffs e licks pesados; o baixista Nando Mello ora se une à bateria para trabalhar o ritmo, ora dobra várias frases e riffs com a guitarra, mostrando que versatilidade é palavra de ordem aqui; já Aquiles Priester só precisa ser apresentado para quem não sabe o que significam “bateria” e “heavy metal”. Sua performance, elevada a níveis quase impossíveis de descrever em termos de pegada, peso, velocidade, versatilidade e técnica, é um dos pontos altos do disco – assim como já ocorrera nos dois trabalhos anteriores da banda, “Last Time” (1999) e “Inside Your Soul” (2001). Além disso, Aquiles mostra que a palavra “percussão”, que muitas vezes fica sem sentido nas fichas técnicas, aqui se aplica muito bem – é só notar como o ritmo, de um modo geral, tem enorme importância no disco.

 

Por fim, nos vemos diante do novo integrante do grupo, o vocalista Nando Fernandes, que é conhecido e reconhecido como um dos principais vocalistas brasileiros. E em um grupo formado por músicos do gabarito de Eduardo, Fábio, Nando Mello e Aquiles, ele conseguiu sintetizar tudo que a banda precisava com seu vocal repleto de técnica e feeling, além de se mostrar um intérprete no mais amplo e verdadeiro sentido da palavra. Sua  enorme experiência como vocalista de diferentes estilos de rock conferiu a ele a bagagem suficiente para desempenhar seu papel com extrema competência, transformando-o no vocalista que o Hangar sempre precisou.

 

A parte técnica de “The Reason Of Your Convicition” também recebeu cuidados milimétricos. A gravação aconteceu no estúdio Mr. Som, em São Paulo, e teve mixagem e masterização de Tommy Newton, que produziu os dois primeiros volumes de Keeper Of The Seven Keys, do Helloween, e discos de bandas como ARK, Conception e UFO. O trabalho de Tommy foi realizado no Studio Area 51, em Celle, na Alemanha, e conseguiu privilegiar todos os inúmeros aspectos positivos que envolvem o disco.

 

Após uma introdução narrada por uma voz feminina (de Antoniela do Canto, que é a principal locutora da emissora por assinatura HBO) e outra masculina (a cargo do ex-titãs Arnaldo Antunes), começa The Reason Of Your Conviction, power metal de vocal rasgado e teclados inteligentes. Hastiness vem a seguir, mostrando que peso e virtuosismo não são palavras incompatíveis. A lenta e pesada Call Me In The Name Of Death é a próxima, com destaque para a interpretação de Nando Fernandes, que explora outras regiões de sua voz. Forgive The Pain, ao mesmo tempo pesada e melódica, tem os teclados no comando, disparando riffs como se fosse uma guitarra. Os backing vocals também acertam na mosca. Mais rasgada é Captivity, que também traz uma harmonia menos convencional. A aposta no peso e nos vocais altos e rasgados é a principal característica de Forgotten Pictures, que tem possivelmente o refrão mais grudento do disco. Everlasting Is The Salvation começa com alguma ousadia do convidado Vitor Rodrigues, da banda de death metal Torture Squad, nos vocalises (ele também participa da faixa Hastiness) e depois se transforma num tema cadenciado que dá o devido destaque à eficientíssima cozinha da banda. Movida a um riff grudento, One More Chance traz um bem-vindo clima setentista ao disco, graças ao timbre dos teclados e à linha vocal. Por fim, When The Darkness Takes You fecha o disco em grande estilo, comandada por riffs circulares de guitarra e baixo que destilam peso e dramaticidade.

 

A primeira música a ganhar um videoclipe foi Call Me In The Name Of Death. Mas ninguém precisa ficar cruzando os dedos para algum programa de TV resolver exibi-lo: o disco vai sair em todo o mundo com o clipe de bônus – e, de quebra, o making of dele também estará no CD.

 

“The Reason Of Your Convicition” é um disco que pode ser interpretado de várias formas, principalmente porque são inúmeras as características que o compõem. Flertando com várias tendências e levando a capacidade técnica de seus músicos a extremos, o álbum jamais fica em cima do muro, preferindo mostrar uma cara e uma identidade totalmente próprias. Em vez de se acomodar na mesmice, o Hangar preferiu subverter algumas regras e se atirar de cabeça em aspectos tão esquecidos pelo heavy metal dos dias antissépticos em que vivemos, como ousadia, técnica e feeling. Como já vimos, com “The Reason Of Your Convicition” o Hangar resolveu saltar para os níveis mais altos de projeção dentro da cena do metal mundial. É quase impossível que não consiga.



- Postado por: Michely Sobral às 12h45
[ ] [ envie esta mensagem ]

___________________________________________________




Track List:

 

1. Just the Beginning

Lyrics: Priester

Music: Priester, Laguna

 

2. The Reason of your Conviction

Lyrics: Priester

Music: Martinez, Priester, Laguna, Mello, Polchowicz

 

3. Hastiness

Lyrics: Priester

Music: Martinez, Priester, Laguna, Mello, Polchowicz

 

4. Call Me In The Name Of Death

Lyrics: Priester

Music: Priester, Laguna, Martinez, Mello

 

5. Forgive The Pain

Lyrics: Priester

Music: Priester, Laguna, Martinez

 

6. Captivity (A House with a Thousand Rooms)

Lyrics: Priester

Music: Priester, Martinez, Laguna, Mello, Fernandes

 

7. Forgotten Pictures

Lyrics: Priester

Music: Mello, Priester, Martinez, Laguna

 

8. Everlasting Is The Salvation

Lyrics: Priester

Music: Martinez, Priester, Laguna

 

9. One More Chance

Lyrics: Priester

Music: Laguna, Priester, Martinez, Fernandes

 

10. When The Darkness Takes You

Lyrics: Priester

Music: Mello, Martinez, Priester, Laguna

 

11. Your Skin and Bones (Bonus Track for Japan)

Lyrics: Priester

Music: Mello, Priester, Laguna, Martinez

 

DVD:


Clipe da música "Call Me in the Name of Death", Making Off e Fotos (somente na primeira prensagem).

 

The Band:

 

Nando FernandesVocal

Eduardo MartinezGuitar

Fábio LagunaKeyboards

Nando Mello Bass

Aquiles PriesterDrums and Percussions

 

* Na Die Hard  o TROYC pode ser adquirido por R$30,00 + frete, clique Aqui!.



- Postado por: Michely Sobral às 12h44
[ ] [ envie esta mensagem ]

___________________________________________________