BIOGRAFIA



Aquiles Priester nasceu na África do Sul, mas veio ainda criança para o Brasil, passando a infância e adolescência em Foz do Iguaçu, no Paraná, até mudar-se para Porto Alegre (RS). Foi lá que começou a levar a música mais a sério, participando de diversas bandas, até montar o grupo de heavy metal Hangar, em 1997, quando começou a desenvolver o estilo que o tornaria famoso mundialmente.O Hangar lançou dois Cd’s: Last Time e Inside Your Soul e o próximo cd já está a caminho.
No Hangar, abriu um show para o Angra, e em 2000, de passagem por São Paulo, Priester foi apresentado a Kiko Loureiro, que o convidou para fazer um teste para a banda, na época sem baterista: “Kiko e Rafael me falaram que já estavam testando outros bateristas e que se achassem algum baterista interessante eu perderia a chance. Na hora eu falei para eles: - Faça o teste com quem vocês quiserem, mas não decidam nada antes de me ver tocando. Mais tarde eles me disseram que essa confiança e segurança que eu tinha passado foram decisivas para que eles esperassem para me ver tocando ao vivo.”
Em 2004, ele foi eleito o melhor baterista de heavy metal do Brasil, pelas revistas Rock Brigade e Roadie Crew, as duas maiores publicações do gênero no país. Também venceu a votação no site brasileiro Whiplash. Na revista Burrn! do Japão, Priester foi o único brasileiro a entrar no ranking dos 30 melhores bateristas, em 2004, ocupando o 4º lugar na votação geral, posicionando-se à frente de nomes como Nicko McBrain (Iron Maiden) e Lars Ulrich (Metallica). “Hoje olho para trás e vejo que por mais duro que tenha sido o caminho que percorri para chegar onde estou, sempre tive a perseverança para acreditar que quem realmente sonha e faz por merecer, consegue. Sou uma pessoa comum que tinha um sonho e foi atrás para realizá-lo, e por mais difícil e ardorosa que tenha sido essa jornada, no fundo eu sempre soube que esse era o meu destino: - Ser músico. Em todos esse anos sempre existiram muitas superstições e outras coisas que me fizeram acreditar que esse era o caminho. No meio disso tudo sempre tive comigo um provérbio chinês que diz o seguinte: “Onde há uma vontade, há um caminho”.
Se você tem uma vontade, você pode fazer o seu caminho...
Aquiles Priester


INSIDE MY DRUMS




O vídeo registra um dos workshops que o batera fez ao longo de 2003 por todo o Brasil e foi gravado no Auditório Mix Music Hall do EM&T, em São Paulo, no dia 29 de novembro.
Assistindo-se às duas horas do DVD fica fácil entender porque o público e a imprensa especializada consideram Aquiles Priester o principal baterista de Heavy Metal do Brasil. Afinal, ali está, sem difarces e dissecada por várias câmeras, toda a técnica de Aquiles pilotando uma inacreditável bateria com quase 30 peças, ele faz esse kit monstruoso parecer pequeno, já que dá conta dele com tranqüilidade.
Como uma das marcas registradas do batera é o trabalho de dois bumbos, há uma câmera que registra essa performance praticamente em tempo integral. E o resultado impressiona, já que a precisão e a velocidade atingidas por Aquiles parecem simplesmente inalcançáveis. “Live In Concert – Inside My Drums” é um vídeo obrigatório para qualquer um que tenha o mínimo de curiosidade em saber como é feita aquela música que você tanto curte. Aquiles explica isso em detalhes neste DVD.

(Antonio Carlos Monteiro)

Track List do DVD:

1. Acid Rain
2. Inside your Soul
3. Judgement Day
4. Running Alone
5. Legions of Fate
6. Millennium Sun
7. Hunters and Prey
8. Falling in Disgrace
9. Unholy Wars
10. Heroes of Sand
11. No Command
12. Nova Era

Bonus Tracks:

Ask the Lonely (Journey)
Hangar version – Very Special Guest: Edu Falaschi
Perfect Strangers (Deep Purple)
Hangar version
Drum Solo
Recorded at Credicard Hall, São Paulo, on December 21st, 2002.
Extras: Bastidores da Workshop Tour pelo Brasil, Entrevista, Multi Angle, Bonus Tracks e Galeria de Fotos.


INSIDE MY PSYCHOBOOK




Por que lançar um livro com 100 exercícios de dois bumbos? Para mim, isso é muito fácil de responder. Em todo trabalho que venho realizando nos últimos 10 anos, esse é meu enfoque principal.
A técnica de dois bumbos hoje faz parte da linguagem musical do baterista moderno e deixou de ser uma ferramenta exclusiva do músico que toca heavy metal. A evolução das idéias e das técnicas desse estilo está sempre à frente e, a cada dia, percebo que o estudo dos dois bumbos é interminável, pois até as novidades estão sempre sendo recicladas. Desde que comecei a fazer workshops, sempre escuto a mesma pergunta em todos os eventos: qual o exercício ideal para aumentar minha habilidade nos dois bumbos? Esse método é a minha resposta para essa pergunta. Aqui estão 100 exercícios, dos básicos aos avançados, que mostram meu estilo de tocá-los.
Fiz questão de reforçar bem a base, já que sem isso não existe estrutura para se desenvolver corretamente e seguir desbravando o estudo desse estilo sem limites. Alguns exercícios foram tocados com dois rides mas, caso você não tenha dois rides no seu kit, pode fechar bem o seu hi-hat esquerdo e utilizá-lo para tocar os exercícios. Foi assim que comecei a desenvolver a mão esquerda nos grooves e a me interessar pelo segundo ride.
Naturalmente, eu conduzo os grooves quaternários em colcheias, acentuando a primeira e a terceira notas usando “down stroke”, enquanto a segunda e a quarta toco praticamente como “ghost note”, usando “up stroke”. É isso que caracteriza o meu groove e, dessa forma, mesmo tocando heavy metal, minha condução não fica reta e mecânica. Antes de começar os exercícios, dependendo da fórmula de compasso, o metrônomo tocará um compasso de espera – com exceção dos exercícios em que o andamento é mais rápido, nos quais deixei dois compassos de espera.
Estudar os exercícios dessa forma aumentará significativamente sua intimidade com a técnica de dois bumbos. Conforme você for praticando, outras novas idéias de grooves surgirão e você ainda ampliará cada vez mais o seu vocabulário.
Muita sorte e boa prática para todos! Um abraço,
Aquiles Priester


THE REASON OF YOUR CONVICTION



“The Reason Of Your Conviction” é um disco que pode ser interpretado de várias formas, principalmente porque são inúmeras as características que o compõem. Flertando com várias tendências e levando a capacidade técnica de seus músicos a extremos, o álbum jamais fica em cima do muro, preferindo mostrar uma cara e uma identidade totalmente próprias. Em vez de se acomodar na mesmice, o Hangar preferiu subverter algumas regras e se atirar de cabeça em aspectos tão esquecidos pelo heavy metal dos dias antissépticos em que vivemos, como ousadia, técnica e feeling. Como já vimos, com “The Reason Of Your Conviction” o Hangar resolveu saltar para os níveis mais altos de projeção dentro da cena do metal mundial. É quase impossível que não consiga.

(Antonio Carlos Monteiro)

Tracklist:

01. Just The Beginning
02. The Reason Of Your Conviction
03. Hastiness
04. Call Me In The Name Of Death
05. Forgive The Pain
06. Captivity (A House with a thousand rooms)
07. Forgotten Pictures
08. Everlasting Is The Salvation
09. One More Chance
10. When The Darkness Takes You
11. Your Skin and Bones (Bonus Track for Japan)

Bonus videos:
Call Me In The Name Of Death [video clip]
Call Me In The Name Of Death [making of]


FREAKEYS


"Tudo pode ser estranho, dependendo do ponto de vista".
Seja franco: quantas vezes você já viu um trabalho musical baseado em apenas uma frase? E numa frase ao mesmo tempo despojada e enigmática como essa aí em cima? Pois foi com base nesse dito que quatro conhecidos e virtuosos músicos de heavy metal desenvolveram seu trabalho.
O Freakeys nasceu para que Fábio Laguna (Angra e Hangar), Aquiles Priester (Angra e Hangar), Felipe Andreoli (Angra e Karma) e Eduardo Martinez (Hangar e Lápide) pudessem fazer “coisas que jamais faríamos nas nossas outras bandas”, como explica o baterista. O resultado disso acabou sendo uma música dífícil de rotular, uma espécie de mix de heavy metal com progressivo, temperado com muita ousadia e criatividade, mas muito fácil de se apreciar.
Para chegar no resultado que se ouve no disco de estréia, a banda trabalhou de forma totalmente inusitada. Fábio escreveu todos os temas em quarenta dias para seu novo disco solo, e quase um ano depois, junto com Aquiles, definiu os arranjos que seriam as bases do início do trabalho. O que seria um disco solo tomou naturalmente o caminho para um projeto tamanho o comprometimento dos músicos com as novas composições. Os dois ensaiaram os temas e os passaram para Felipe e Martinez. O passo seguinte foi a gravação: cada músico gravou em estúdio diferente, já que a idéia era que cada um trabalhasse onde se sentisse mais à vontade.
Agora, Freakeys, disco que leva o nome do quarteto, está saindo pela Voicemusic, para mostrar aos fãs de heavy metal em particular e de boa música em geral que, dependendo do ponto de vista, tudo pode ser estranho – mas pode ser muito bom também. Deixe a música do Freakeys surpreender você!!!

Tracklist:
1. One Cup One Lighter One Jack
2. Beetle Dance
3. The Dream Seller
4. Golden Bullet
5. Gallamawhat?!
6. Zoo Zoe
7. Freakeys
8. One More Coffee
9. Requiem Aeternam
10. Rucula’n’Rum


A MÁSCARA





Como surgiu e quais os detalhes da máscara do Polvo que você sempre costuma usar?

Aquiles Priester: Na verdade isso aí foi uma brincadeira, a gente estava fazendo uma tarde de autógrafos em Limeira/SP e eu vi uma máscara, que na verdade era uma máscara de goleiro de hockey. Aí quando eu vi a máscara pensei: " pô essa máscara vai ficar legal na minha bateria", porque ela era de alumínio, então, ia combinar com as ferragens, aí eu pedi a máscara,que era de uma pessoa que estava realizando o show lá, ele me deu e eu começei a usar.
Quando eu fui lançar o meu DVD ( Inside My Drums ), eu tava pensando em usar essa máscara como símbolo meu, só que aí eu fiquei preocupado com os direitos autorais, de saber de quem era a máscara, pois eu estava usando uma coisa que eu não sabia de quem que era. Então eu resolvi criar uma máscara utilizando o apelido que o Edu me deu ( Edu Falaschi - vocalista do Angra ) né, de POLVO, então aí eu peguei aquela antiga máscara minha e mantive as mesmas características e tentei dar uma cara de polvo-cibernético-alienígena. E foi assim que pintou, foi mais um esquema de brincadeira, não tinha uma intenção de ter um ícone, de ter uma imagem minha, sabe, foi coisa que acabou rolando, acho que foi até por isso que deu certo.

Retirado da entrevista realizada pelo site Rock on Stage.


O AUTÓGRAFO



Blog APP: Sobre o autógrafo, como você criou algo tão diferente e criativo?

Aquiles: Na verdade esse autógrafo já existe a mais ou menos uns 16 anos, pois na época que eu desenhava bastante eu costumava assinar meus desenhos dessa forma. Acho que a assinatura/símbolo que o Derek Riggs (desenhista que fez a maior parte das capas do Iron Maiden) usava me inspirou a tentar algo novo.


Aquiles Priester - AGENDA


16/11 - Workshop Aquiles Priester + Nando Mello - São Carlos/SP

28/11 - Workshop Aquiles Priester + Nando Mello - Rondonópolis/MS

29/11 - Aulas Particulares com Aquiles Priester - Cuiabá/MT

30/11 – Workshop Aquiles Priester + Nando Mello - Cuiabá/MT

02/12 – Workshop Aquiles Priester + Nando Mello - Campo Grande/MS

03/12 – Workshop Aquiles Priester + Nando Mello - Dourados/MS

06/12 - Workshop Aquiles Priester + Nando Mello - Três Lagoas/MS

08/12 - Aulas particulares com Aquiles Priester em Curitiba/PR.

09/12 - Workshop Aquiles Priester + Nando Mello - Curitiba/PR

SHOWS - HANGAR:


12/10 - Hangar + Andre Matos e Banda - São Paulo/SP

13/12- Hangar + Andre Matos e Banda – Curitiba/PR

14/12- Hangar + Andre Matos e Banda - Porto Alegre/RS

18/12- Hangar + Andre Matos e Banda – Campinas/SP

19/12- Hangar + Andre Matos e Banda - Belo Horizonte/BH

20/12- Hangar + Andre Matos e Banda - Rio de Janeiro/RJ


Bateria Mapex Aquiles Priester



A Mapex, uma das maiores fabricantes de baterias no mundo, criou a bateria Mapex Limited Edition Aquiles Priester linha signature. Essa homenagem ganha mais importância ainda quando se leva em conta que é a primeira vez que um baterista brasileiro ganha um modelo de bateria signature fabricado por uma empresa internacional. A madeira utilizada para a fabricação foi a basswood, que é uma madeira que explora muito bem os sons mais graves. A bateria é composta por dois bumbos de 22”X18,5”, tons de 12”X10” e 13”X11”, surdo de 16”X16” e caixa de 14”X5,5”. A espessura de parede de todas as peças é de 9 mm, com exceção dos bumbos, que é de 12 mm. O bumbo não tem furação e os tons vêm com um sistema de suspensão sem furos na madeira e o acabamento de toda bateria é encerado. Ainda complementam a configuração da bateria duas estantes para pratos (uma reta e uma girafa), uma estante de caixa, banco e uma máquina de chimbal.




Michely Sobral

Cidade:Fortaleza
Contato:blogapp@yahoo.com.br

Meu perfil
BRASIL, Nordeste, FORTALEZA, Mulher




Histórico:

- 20/02/2011 a 26/02/2011
- 08/08/2010 a 14/08/2010
- 11/07/2010 a 17/07/2010
- 20/06/2010 a 26/06/2010
- 02/05/2010 a 08/05/2010
- 18/04/2010 a 24/04/2010
- 28/03/2010 a 03/04/2010
- 14/03/2010 a 20/03/2010
- 28/02/2010 a 06/03/2010
- 14/02/2010 a 20/02/2010
- 31/01/2010 a 06/02/2010
- 24/01/2010 a 30/01/2010
- 17/01/2010 a 23/01/2010
- 10/01/2010 a 16/01/2010
- 03/01/2010 a 09/01/2010
- 27/12/2009 a 02/01/2010
- 20/12/2009 a 26/12/2009
- 13/12/2009 a 19/12/2009
- 29/11/2009 a 05/12/2009
- 22/11/2009 a 28/11/2009
- 15/11/2009 a 21/11/2009
- 25/10/2009 a 31/10/2009
- 11/10/2009 a 17/10/2009
- 04/10/2009 a 10/10/2009
- 27/09/2009 a 03/10/2009
- 13/09/2009 a 19/09/2009
- 06/09/2009 a 12/09/2009
- 30/08/2009 a 05/09/2009
- 23/08/2009 a 29/08/2009
- 16/08/2009 a 22/08/2009
- 09/08/2009 a 15/08/2009
- 02/08/2009 a 08/08/2009
- 26/07/2009 a 01/08/2009
- 19/07/2009 a 25/07/2009
- 12/07/2009 a 18/07/2009
- 28/06/2009 a 04/07/2009
- 21/06/2009 a 27/06/2009
- 14/06/2009 a 20/06/2009
- 07/06/2009 a 13/06/2009
- 31/05/2009 a 06/06/2009
- 24/05/2009 a 30/05/2009
- 17/05/2009 a 23/05/2009
- 10/05/2009 a 16/05/2009
- 03/05/2009 a 09/05/2009
- 26/04/2009 a 02/05/2009
- 19/04/2009 a 25/04/2009
- 12/04/2009 a 18/04/2009
- 05/04/2009 a 11/04/2009
- 29/03/2009 a 04/04/2009
- 22/03/2009 a 28/03/2009
- 15/03/2009 a 21/03/2009
- 08/03/2009 a 14/03/2009
- 22/02/2009 a 28/02/2009
- 15/02/2009 a 21/02/2009
- 08/02/2009 a 14/02/2009
- 01/02/2009 a 07/02/2009
- 25/01/2009 a 31/01/2009
- 18/01/2009 a 24/01/2009
- 11/01/2009 a 17/01/2009
- 04/01/2009 a 10/01/2009
- 28/12/2008 a 03/01/2009
- 21/12/2008 a 27/12/2008
- 14/12/2008 a 20/12/2008
- 07/12/2008 a 13/12/2008
- 30/11/2008 a 06/12/2008
- 23/11/2008 a 29/11/2008
- 16/11/2008 a 22/11/2008
- 09/11/2008 a 15/11/2008
- 02/11/2008 a 08/11/2008
- 26/10/2008 a 01/11/2008
- 19/10/2008 a 25/10/2008
- 12/10/2008 a 18/10/2008
- 05/10/2008 a 11/10/2008
- 28/09/2008 a 04/10/2008
- 21/09/2008 a 27/09/2008
- 14/09/2008 a 20/09/2008
- 07/09/2008 a 13/09/2008
- 31/08/2008 a 06/09/2008
- 24/08/2008 a 30/08/2008
- 17/08/2008 a 23/08/2008
- 10/08/2008 a 16/08/2008
- 03/08/2008 a 09/08/2008
- 27/07/2008 a 02/08/2008
- 20/07/2008 a 26/07/2008
- 13/07/2008 a 19/07/2008
- 06/07/2008 a 12/07/2008
- 29/06/2008 a 05/07/2008
- 22/06/2008 a 28/06/2008
- 15/06/2008 a 21/06/2008
- 08/06/2008 a 14/06/2008
- 01/06/2008 a 07/06/2008
- 25/05/2008 a 31/05/2008
- 18/05/2008 a 24/05/2008
- 11/05/2008 a 17/05/2008
- 04/05/2008 a 10/05/2008
- 27/04/2008 a 03/05/2008
- 20/04/2008 a 26/04/2008
- 13/04/2008 a 19/04/2008
- 06/04/2008 a 12/04/2008
- 30/03/2008 a 05/04/2008
- 23/03/2008 a 29/03/2008
- 16/03/2008 a 22/03/2008
- 09/03/2008 a 15/03/2008
- 02/03/2008 a 08/03/2008
- 24/02/2008 a 01/03/2008
- 17/02/2008 a 23/02/2008
- 10/02/2008 a 16/02/2008
- 03/02/2008 a 09/02/2008
- 27/01/2008 a 02/02/2008
- 20/01/2008 a 26/01/2008
- 13/01/2008 a 19/01/2008
- 06/01/2008 a 12/01/2008
- 30/12/2007 a 05/01/2008
- 23/12/2007 a 29/12/2007
- 16/12/2007 a 22/12/2007
- 09/12/2007 a 15/12/2007
- 02/12/2007 a 08/12/2007
- 25/11/2007 a 01/12/2007
- 18/11/2007 a 24/11/2007
- 04/11/2007 a 10/11/2007
- 28/10/2007 a 03/11/2007
- 21/10/2007 a 27/10/2007
- 14/10/2007 a 20/10/2007
- 07/10/2007 a 13/10/2007
- 30/09/2007 a 06/10/2007
- 23/09/2007 a 29/09/2007
- 09/09/2007 a 15/09/2007
- 02/09/2007 a 08/09/2007
- 12/08/2007 a 18/08/2007
- 05/08/2007 a 11/08/2007
- 29/07/2007 a 04/08/2007
- 22/07/2007 a 28/07/2007
- 15/07/2007 a 21/07/2007
- 08/07/2007 a 14/07/2007
- 01/07/2007 a 07/07/2007
- 24/06/2007 a 30/06/2007
- 17/06/2007 a 23/06/2007
- 10/06/2007 a 16/06/2007
- 03/06/2007 a 09/06/2007
- 20/05/2007 a 26/05/2007
- 06/05/2007 a 12/05/2007
- 29/04/2007 a 05/05/2007
- 22/04/2007 a 28/04/2007
- 08/04/2007 a 14/04/2007
- 25/03/2007 a 31/03/2007
- 18/03/2007 a 24/03/2007
- 04/03/2007 a 10/03/2007
- 25/02/2007 a 03/03/2007
- 18/02/2007 a 24/02/2007
- 11/02/2007 a 17/02/2007
- 04/02/2007 a 10/02/2007
- 21/01/2007 a 27/01/2007
- 14/01/2007 a 20/01/2007
- 07/01/2007 a 13/01/2007
- 31/12/2006 a 06/01/2007
- 24/12/2006 a 30/12/2006
- 17/12/2006 a 23/12/2006
- 10/12/2006 a 16/12/2006
- 03/12/2006 a 09/12/2006
- 19/11/2006 a 25/11/2006
- 29/10/2006 a 04/11/2006
- 22/10/2006 a 28/10/2006
- 15/10/2006 a 21/10/2006
- 08/10/2006 a 14/10/2006
- 01/10/2006 a 07/10/2006
- 24/09/2006 a 30/09/2006
- 17/09/2006 a 23/09/2006
- 10/09/2006 a 16/09/2006
- 27/08/2006 a 02/09/2006
- 13/08/2006 a 19/08/2006
- 06/08/2006 a 12/08/2006
- 30/07/2006 a 05/08/2006
- 23/07/2006 a 29/07/2006
- 16/07/2006 a 22/07/2006
- 09/07/2006 a 15/07/2006
- 02/07/2006 a 08/07/2006
- 25/06/2006 a 01/07/2006
- 18/06/2006 a 24/06/2006
- 11/06/2006 a 17/06/2006
- 04/06/2006 a 10/06/2006
- 28/05/2006 a 03/06/2006
- 21/05/2006 a 27/05/2006
- 14/05/2006 a 20/05/2006
- 07/05/2006 a 13/05/2006
- 30/04/2006 a 06/05/2006
- 23/04/2006 a 29/04/2006
- 16/04/2006 a 22/04/2006
- 09/04/2006 a 15/04/2006
- 26/03/2006 a 01/04/2006
- 19/03/2006 a 25/03/2006
- 05/03/2006 a 11/03/2006
- 26/02/2006 a 04/03/2006
- 19/02/2006 a 25/02/2006
- 05/02/2006 a 11/02/2006
- 22/01/2006 a 28/01/2006
- 15/01/2006 a 21/01/2006
- 08/01/2006 a 14/01/2006
- 01/01/2006 a 07/01/2006
- 25/12/2005 a 31/12/2005
- 18/12/2005 a 24/12/2005
- 27/11/2005 a 03/12/2005
- 20/11/2005 a 26/11/2005
- 13/11/2005 a 19/11/2005
- 06/11/2005 a 12/11/2005
- 16/10/2005 a 22/10/2005
- 25/09/2005 a 01/10/2005
- 18/09/2005 a 24/09/2005
- 11/09/2005 a 17/09/2005
- 28/08/2005 a 03/09/2005
- 21/08/2005 a 27/08/2005
- 07/08/2005 a 13/08/2005
- 31/07/2005 a 06/08/2005
- 24/07/2005 a 30/07/2005
- 17/07/2005 a 23/07/2005
- 03/07/2005 a 09/07/2005
- 26/06/2005 a 02/07/2005
- 19/06/2005 a 25/06/2005
- 12/06/2005 a 18/06/2005
- 05/06/2005 a 11/06/2005
- 29/05/2005 a 04/06/2005
- 08/05/2005 a 14/05/2005
- 01/05/2005 a 07/05/2005
- 24/04/2005 a 30/04/2005
- 03/04/2005 a 09/04/2005
- 27/02/2005 a 05/03/2005
- 23/01/2005 a 29/01/2005
- 09/01/2005 a 15/01/2005
- 02/01/2005 a 08/01/2005



Outros sites:

- Site Oficial do Aquiles
- Comunidade Oficial Aquiles Priester no Orkut
- Aquiles - Vídeos You Tube
- Site do Hangar (NOVO)
- Fórum Oficial do Hangar (NOVO)
- Comunidade Oficial do Hangar - Orkut
- Flogão Aquiles- Blog APP
- Aquiles Official Myspace
- Whiplash!
- Stay Heavy
- Site Rock On Stage
- Flogão Hangar
- Hangar Official MySpace
- Nando Mello Official MySpace
- Nando Mello Oficial Site
- Inside My Psychobook - HotSite
- Fábio Laguna - Blog


Votação:

- Dê uma nota para meu blog

Indique esse Blog


Contador:

Código html:
Cristiny On Line



workshop Aquiles Priester - Rio Verde/GO - 05/09/07

 

Por: Ana Cláudia Santana

 

Quando foram chegando as 19:00 horas eu já não me agüentava mais de ansiedade... Foram quase 2 meses de espera, mas estava chegando!

Estávamos eu e minha amiga Manu numa aula empolgante de Zoologia (estamos estudando répteis, polvo foi semestre passado!) quando a irmã dela liga: “Já começou!!! Corram!”. Ela não precisou dizer mais nada! Nos desculpamos e fomos para o auditório do SENAC.

Chegando lá, para nossa felicidade, o pessoal só estava entrando ainda. O ingresso foi cortado, ficamos com o canhoto para participar de sorteios e recebemos uma revista estampando o Aquiles e uma caneta.

Procuramos um lugar bem privilegiado e esperamos mais alguns minutos! Só quando vimos aquela bateria enorme com a máscara do polvo ali foi que percebemos que era verdade mesmo!

Às 20:15 o “mestre de cerimônias”, Wilson, chama o grande baterista Aquiles Priester... A galera vai à loucura!!!! Ele entra com um sorriso nos lábios e já cai matando!!!! Toca 3 músicas direto e a gente ali... só de boca aberta! O cara arrebenta!!! Rápido, nervoso, intoxicante... Ao vivo é outra coisa!

 

 

Depois ele faz uma pequena pausa (“Quando é que ele respira??”) pra dizer boa noite! Boa, muito boa mesmo! Ele pergunta quem ali era baterista (uns poucos levantam a mão! A maioria é bicão! Hehe) e quem tinha ido no work que ele fez ano passado. Então ele disse que ia tocar mais um pouco... E como tocou!!!!

Mandou um Hard Rock bem legal e até saiu um samba! A versatilidade dele é outra coisa impressionante!

Quando eu já começava a ficar surda (estava bem perto do palco), ele parou para apresentar a batera e responder algumas perguntas. Ele mostrou o equipamento e nos mostrou a diferença do som com e sem Trigger (Ele nos obrigou a fazer “OOOOOOHHHHH” depois da demonstração, pra mostrar que entendemos!), apresentou os rapazes que trabalham com ele (são tantos apelidos diferentes – e uns que ele inventou na hora – que nem consigo lembrar) e se sentou mais perto da gente para tirar nossas dúvidas. Ele respondeu a todas as perguntas e contou muito de sua vida, ídolos, viagens...

Mostrou alguns exercícios para melhorar a coordenação, mostrou até como segurar as baquetas! =D

 

 

Depois de muito papo ele voltou para a batera. Dessa vez só com o metrônomo (acho que é isso!). Ia tirando o som e explicando porque soava daquela forma. Então ele pediu desculpas caso errasse a próxima música, pois era a mais difícil para ele. Freakeys!!!!!!!

Tocou mais duas e chamou o Leonardo, um dos ótimos bateristas que temos em Rio Verde, para tocar Acid Rain. E o cara mandou muito bem!!! A cara do Aquiles foi a melhor... tipo mestre para aprendiz!

Então ele fez algo que eu não imaginei e que nunca vou esquecer: convidou os “amigos que vieram com camiseta do Angra” para ouvirem as duas últimas músicas do palco!!! Eu fiquei catatônica!! Ele teve que berrar “Vem gente!”, senão ninguém acordava do choque!!! (Ainda bem que eu fui com minha camiseta do Rebirth!)

Ele tocou Nova Era (e eu cantei demais!!) e, acho, Angels and Demons. Não tenho certeza  porque ali perto dele eu estava mais interessada em vê-lo em ação e tirar fotos. Foi muito bom!

Após essa apoteose saímos do auditório e ficamos esperando por ele lá fora! E ele cumpriu o que prometeu! Deu autógrafos e tirou foto com TODOS! Foi muito legal trocar uma idéia com ele! Poder dizer o quanto eu admiro o trabalho dele e como eu ADOREI o Aurora Consurgens!!! Ele foi hiper simpático com todos!

A noite terminou com um convite (que não iremos recusar da próxima vez! =D) e uma promessa de retorno que será aguardada com muita ansiedade! Que venha o Hangar!!!!

 

Emmanuella e Aquiles

Giuli e Aquiles

Ana Cláudia e Aquiles.

 

Por: Ana Cláudia Santana



- Postado por: Michely Sobral às 18h47
[ ] [ envie esta mensagem ]

___________________________________________________




Aquiles Priester :  Lançamento Oficial do PsychoBook

 

 

                



- Postado por: Michely Sobral às 19h09
[ ] [ envie esta mensagem ]

___________________________________________________




Biografia

 

Aquiles Priester nasceu em Otjo, cidade situada na África do Sul, onde morou até os 4 anos de idade. Porém, mesmo antes de se mudar de lá, travou seu primeiro contato com uma bateria: um conjunto de jazz se apresentava na TV e a imagem de tambores e pratos sendo percutidos fixou-se na imagem do menino, como que projetando qual viria a ser seu futuro.

 

Após se mudar para Foz do Iguaçu, no interior do Paraná, desde a adolescência Aquiles teve o sonho de ser músico, começando em uma banda que se apresentava dublando o grupo Ultraje A Rigor, passando por bandas de baile e descambando no rock – e, mais especificamente, no heavy metal. Durante muito tempo, Aquiles enfrentou um dilema: ser baterista ou jogador de futebol, já que sua habilidade com a redonda também era digna de respeito, mas a música falou mais alto.

 

Após se mudar para Porto Alegre, Aquiles teve aulas com alguns dos melhores mestres de bateria da região, como Mimo Aires, Thabba e Kiko Freitas. Ao mesmo tempo, revezava-se entre bandas cover e grupos que faziam material próprio. Após um hiato em que a carreira de músico promissor quase foi abortada, Aquiles montou o grupo de heavy metal Hangar, com o qual teve oportunidade de abrir um show do Angra em Porto Alegre, em 1998. No ano seguinte, o Hangar lançaria seu primeiro álbum, "Last Time", e, a partir daí, Aquiles passou a ser conhecido nacionalmente.

 

Em 2001, Aquiles foi anunciado como o novo baterista do Angra, maior grupo de heavy metal melódico do país e com fãs em todas as partes do mundo. Sua carreira, a partir de então, deslanchou. O baterista gravou com a banda os discos "Rebirth" (2001), "Hunters And Prey" (EP, 2002), "Live in São Paulo"(ao vivo, 2002), "Temple Of Shadows" (2004) e "Aurora Consurgens"(2006). Ao longo desses anos, Aquiles foi escolhido inúmeras vezes o melhor baterista de heavy metal no Brasil. Roadie Crew, Rock Brigade e Comando Rock, mais importantes revistas nacionais de rock e que anualmente promovem votações junto a seus leitores para eleger os melhores músicos do gênero, vêm apontando sistematicamente Aquiles como o principal baterista de heavy metal do país. Já revistas de outros países, como a consagrada Burrn!, do Japão, também considerou Aquiles um dos maiores músicos do estilo em todo o mundo.

 

Aquiles também criou um workshow no qual, utilizando seu equipamento completo, apresenta em detalhes sua técnica insuperável, além de interagir de forma muito pessoal com o público, o que lhe tem valido reconhecimento nacional e internacional – tanto que, além de já ter levado seu workshow a outros países da América do Sul, Europa e Ásia, também foi convidado a ser endorser de inúmeras marcas consagradas. Graças a esse trabalho incansável e a sua postura profissional irrepreensível, Aquiles acabou se tornando o único baterista brasileiro a ter um instrumento signature da marca Mapex.

 

O workshow de Aquiles acabou se tornando, também, um DVD. “Inside My Drums”, lançado em 2004 e que rapidamente virou recordista de vendas.

 

Em paralelo ao Angra, Aquiles continuou sua carreira com o Hangar, tendo gravado mais dois álbuns, “Inside Your Soul” (2001) e o recém-lançado "The Reason Of Your Conviction". Além disso, em 2006 ele ainda lançou o álbum de estréia de seu projeto paralelo de rock instrumental Freakeys.

 

Tudo isso tornava quase obrigatório que Aquiles colocasse na praça um livro instrucional que mostrasse sua exuberante técnica nos dois bumbos. E é isso que você tem em mãos. Inside my PsychoBook – 100 Double Bass Patterns, mostra que o mundo pode ter perdido um grande jogador de futebol, mas nem por isso Aquiles deixou de mostrar que usa muito bem suas pernas...

 

Antonio Carlos Monteiro



- Postado por: Michely Sobral às 19h06
[ ] [ envie esta mensagem ]

___________________________________________________




Introdução

 

Por que lançar um livro com 100 exercícios de dois bumbos? Para mim, isso é muito fácil de responder. Em todo trabalho que venho realizando nos últimos 10 anos, esse é meu enfoque principal.

 

A técnica de dois bumbos hoje faz parte da linguagem musical do baterista moderno e deixou de ser uma ferramenta exclusiva do músico que toca heavy metal. A evolução das idéias e das técnicas desse estilo está sempre à frente e, a cada dia, percebo que o estudo dos dois bumbos é interminável, pois até as novidades estão sempre sendo recicladas.

 

Desde que comecei a fazer workshops, sempre escuto a mesma pergunta em todos os eventos: qual o exercício ideal para aumentar minha habilidade nos dois bumbos? Esse método é a minha resposta para essa pergunta. Aqui estão 100 exercícios, dos básicos aos avançados, que mostram meu estilo de tocá-los.

 

Fiz questão de reforçar bem a base, já que sem isso não existe estrutura para se desenvolver corretamente e seguir desbravando o estudo desse estilo sem limites.

 

Alguns exercícios foram tocados com dois rides mas, caso você não tenha dois rides no seu kit, pode fechar bem o seu hi-hat esquerdo e utilizá-lo para tocar os exercícios. Foi assim que comecei a desenvolver a mão esquerda nos grooves e a me interessar pelo segundo ride.

 

Naturalmente, eu conduzo os grooves quaternários em colcheias, acentuando a primeira e a terceira notas usando "down stroke", enquanto a segunda e a quarta toco praticamente como "ghost note", usando "up stroke". É isso que caracteriza o meu groove e, dessa forma, mesmo tocando heavy metal, minha condução não fica reta e mecânica.

 

Antes de começar os exercícios, dependendo da fórmula de compasso, o metrônomo tocará um compasso de espera – com exceção dos exercícios em que o andamento é mais rápido, nos quais deixei dois compassos de espera.

 

Estudar os exercícios dessa forma aumentará significativamente sua intimidade com a técnica de dois bumbos. Conforme você for praticando, outras novas idéias de grooves surgirão e você ainda ampliará cada vez mais o seu vocabulário.

 

Muita sorte e boa prática para todos!

Um abraço

Aquiles Priester

 



- Postado por: Michely Sobral às 18h59
[ ] [ envie esta mensagem ]

___________________________________________________




Depoimentos

 

Aqui estão alguns depoimentos de grandes bateristas da atualidade sobre Aquiles Priester e seu método Inside my PsychoBook:

 

Ninguém pode educar alguém; alguém só pode educar a si mesmo.

Conheci Aquiles quando ele me procurou para fazer aulas, no tempo em que nós dois morávamos no Sul do Brasil. Ele não disse nada sobre estilos ou coisas específicas que gostaria de aprender, apenas falou que queria estudar e se aprimorar na arte de tocar bateria. Leitura, técnica, independência...

Nada disso tem valor se a atitude interior do ser humano que busca algo não estiver voltada para o real aprendizado. Arte é um termo que vem do latim, "ars" - palavra que deriva de "ágere", que quer dizer "ação" ou "agir". Portanto, o artista é um agente. É muito bom e motivo de orgulho para mim ver o Aquiles em plena ação, mostrando que a música não tem fronteiras, como o verdadeiro artista deve fazer.

Muita luz e sucesso, Aquiles!

Kiko Freitas (Professor de Aquiles Priester)

 

Lembro que, quando conheci o Aquiles, ele me deu de presente um exemplar do CD Inside Your Soul, da banda Hangar. Nessa época, eu estava bem atribulado com algumas produções que estavam rolando e fui ouvir o CD alguns dias depois. Tive uma grata surpresa! A banda era bem boa e as músicas bem cuidadas e bem produzidas. Mas o que realmente me chamou a atenção foi justamente o batera. A faixa que abria o CD tinha uma intro de caixa com bumbo e china que era totalmente nova, diferente de tudo o que tentam copiar e reproduzir, o que me levou a ouvir o CD na íntegra e a concluir que ali havia algo forte, diferente, com grooves executados com muita consistência e autoridade.

Me alegra muito saber da realização de mais esse trabalho deste jovem e determinado músico, pois mais pessoas poderão compartilhar de forma mais intensa de suas idéias. Mais uma vez, Aquiles consegue se superar! Parabéns!!!

Alaor Neves – Mobilis Stabilis

 

Aquiles, parabéns pela iniciativa e determinação. A comunidade baterística agradece por seu talento e sua motivação neste novo material. Tenho certeza de que ele fará parte da rotina de estudos dos aficcionados do gênero. Sucesso na carreira.

Albino Infantozzi – Solo

 

O que falar de um baterista que é um dos mestres quando se trata de tocar dois bumbos das mais variadas formas? Esse método só vem a confirmar isso. Aquiles demonstra claramente que no dicionário dele não existe a palavra “não”, ou seja, tudo é possível desde que você tenha força de vontade, garra, coração na ponta da baqueta e, principalmente, muita paixão naquilo que faz. Para compor um método contendo 100 exercícios direcionados exclusivamente a dois bumbos, dá pra perceber que ele não é apenas um batera extremamente rápido, eficiente e preciso – mais que isso, ele é criativo, qualidade que, em minha opinião, é essencial para um baterista. Bom, isso é pelo menos um pouco do que acho do baterista Aquiles Priester, porque se eu for falar do amigo e da pessoa, o tanto de páginas desse método ainda seria pouco.

Amilcar Christófaro – Torture Squad

 

Embora eu já tivesse escutado o trabalho do Aquiles e acompanhado o sucesso que ele vem fazendo, nosso encontro pessoal e profissional foi em um workshop no Rio no qual dividimos o palco. O que é notável, além do estilo sólido com os bumbos matadores que criam levadas originais, é o interesse em fundir temas característicos do metal a uma mistura rica de ritmos brasileiros. Além do mais, Aquiles se preocupa em levar ao público uma estrutura de alta qualidade de som, instrumento e performance. Parabéns, meu irmão, sucesso com o livro e em todos os seus projetos.

Cláudio Infante – Solo

 

Dois bumbos são parte integral da linguagem musical e baterística do nosso tempo. Com muito bom gosto e humildade, Aquiles faz parte do seleto grupo de músicos que dominam essa linguagem no mundo. Participei de um workshop com ele e lá tive a oportunidade de ver e ouvir ao vivo sua potência, sua técnica e sua velocidade. E tudo isso de um jeito muito musical, o que faz dele um batera completo e um dos melhores do mundo em seu estilo. Parabéns pelo empenho, dedicação na batera e na música, e também por ser a grande pessoa que você é.

Cuca Teixeira – Solo

 

Quando ouvi a bateria do álbum “Rebirth” pela primeira vez, pensei: “Esse é um dos poucos verdadeiros mestres dos dois bumbos do mundo!” Ele mostrava ali uma grande noção de tempo, muito bom gosto musical, precisão, criatividade e uma excelente técnica. O modo como toca sempre foi inspirador para mim. Para mim, o Aquiles Priester é um dos dez grandes mestres dos dois bumbos do mundo.

Dan Zimmermann – Gamma Ray

 

Ouvir Aquiles tocando e ver como ele evoluiu nesses últimos anos faz com que eu sinta orgulho de ser uma das suas influências. Ele realmente levou o seu groove e sua incrível técnica para um nível superior e acredito que tenha se tornado um dos maiores bateristas de power metal da atualidade.

Dirk Bruinenberg – Elegy/Patrick Rondat

 

Falar de um músico como Aquiles é bem fácil, pois além do convívio pessoal, pude dividir palcos e estúdios de gravação com ele. Além de ser um grande músico, empreendedor e dedicado ao seu trabalho, também é uma pessoa fantástica, e é exatamente isso que faz ele ser quem é. Não são apenas estudos diários que fazem um bom músico, é necessário ter caráter, bom senso, personalidade, respeito e humildade. E posso dizer de carteirinha que esse cara é o que é por todos esses motivos. Agora, tudo isso, somado a esses malditos pés, ou melhor, o cara tem quatro mãos!!! Aí, cai a nossa "Las Casas" (risos)... Muita sorte em mais esse projeto que já nasce vitorioso.

Douglas Las Casas – Solo



- Postado por: Michely Sobral às 18h57
[ ] [ envie esta mensagem ]

___________________________________________________




Depois que ouvi e vi Aquiles Priester em ação com seus dois bumbos, encontrei um novo sentido para o termo ARMAS DE DESTRUIÇÃO EM MASSA!

João Barone – Os Paralamas do Sucesso

 

Tocar dois bumbos é algo que tem que ser feito com os dois pés nos dois bumbos e requer muita prática. Qualquer rudimento que você faça com as mãos, tente fazê-los com os seus pés! O Aquiles é um daqueles bateristas que pode lhe mostrar como isso pode ser feito e como tocar de modo completo e rápido! Na primavera de 2007, o Firewind e o Angra fizeram uma turnê pela Europa e eu tive o prazer de vê-lo tocando toda noite.

Mark Cross – Firewind

 

Aquiles Priester é um cara obstinado. Ele é capaz de dirigir por milhares de quilômetros para realizar um workshow, montar seu kit gigantesco e ainda tocar de forma precisa e concentrada. Com certeza, ele dedicou muito tempo e apuro técnico para construir esse material bastante útil como pesquisa e ferramenta de estudo.

Mauricio Leite – Solo

 

Tive o prazer de ver o Aquiles tocando toda noite quando o Angra abriu os shows do Dream Theater em 2005. Sua potência, suas levadas e sua destreza foram uma inspiração. Ele tem todas as ferramentas certas e sabe como usá-las.

Mike Portnoy – Dream Theater

 

Aquiles Priester, além de conduzir muito bem seus negócios relacionados à música, é indiscutivelmente um grande baterista. Toca com pressão e para fora, além de ter desenvolvido um estilo próprio para o uso dos dois bumbos. Com dois bumbos, dois nomes... Aquiles Priester.

Roberto Sallaberry – Solo

 

Aquiles Priester tocando bateria é como uma explosão que mistura potência, técnica e musicalidade. Tive o prazer de conhecê-lo e ouvi-lo tocando quando o The Rudess Morgenstein Project tocou com o Angra em Caracas, na Venezuela. O Aquiles tocando dois bumbos é parte fundamental de seu estilo de tocar bateria, sempre empolgante e repleto de uma imensa variedade de padrões interessantes e intensos.

Rod Morgenstein – Winger/Dixie Dregs/The Rudess Morgenstein Project

 

Quando eu assisti ao DVD Inside My Drums, fiquei impressionado com a precisão e a velocidade com a qual Aquiles domina os dois bumbos. Tive a honra de tê-lo na platéia num único workshop que pude realizar na EM&T, há três anos. De lá pra cá, sempre que é possível nos encontramos para trocar figurinhas musicais. Tenho orgulho de ser seu amigo, pois talento e humildade assim, só vindo de Deus! Você é o cara! Sou seu fã incondicional.

Serginho Herval – Roupa Nova

 

Aquiles tocando? Consciente, adrenalina pura, técnica, energia e loucura!!!

Toca muito!!!

Vera Figueiredo – Solo

 

Aquiles Priester, sinônimo de bateria mundial, de equilíbrio técnico, de perseverança e, sem dúvida, de muita disciplina no estudo deste instrumento tão complexo. Sua musicalidade é inconfundível e ímpar perante seus pares. Isso só poderia se transformar num excelente método, feito para todos nós desfrutarmos de sua sabedoria.

Zé Montenegro – Solo

Confiram alguns vídeos:

http://www.youtube.com/watch?v=FEAyS1VzqTM

 

http://www.youtube.com/watch?v=weEe5a474TI

 

http://www.youtube.com/watch?v=PggI-MT4JlE

 

http://www.youtube.com/watch?v=930b5zBEnzY

 

Vendas

 

A partir de hoje o Inside My Psychobook pode ser comprado no site da Free Note (www.freenote.com.br). Na Expomusic o preço especial de lançamento é de R$ 40,00. O método vem acompanhado de um CD com as 100 levadas de dois bumbos.



- Postado por: Michely Sobral às 18h49
[ ] [ envie esta mensagem ]

___________________________________________________




Agenda : Aquiles Priester – Expomusic 2007

 

 

Sexta-feira - 28/09

14h00 - Staff Drum - Autógrafos

15h00 - Habro Music (Mapex) - Autógrafos

16h00 - Royal Music (Paiste/DW Pedals) - Autógrafos

17h00 - Urban Boards (PsychoShoes) - Autógrafos

18h00 - AMI (Audio-Technica) - Autógrafos

19h00 - GR Turbo Music (Gibraltar) - Autógrafos

 

Sábado - 29/09

14h00 - AMI (Audio-Technica) - Autógrafos

15h00 - Revista Modern Drummer - Autógrafos

16h00 - Habro Music (Mapex) - Autógrafos

17h00 - GR Turbo Music (Gibraltar) - Autógrafos

18h00 - Musical Express (Evans) - Autógrafos

19h00 - Lady Snake - Autógrafos Hangar

 

Domingo - 30/09

14h00 - Show Almah Auditório Central

15h00 - Royal Music (Paiste/DW Pedals) - Autógrafos

16h00 - Musical Express (Evans) Autógrafos

17h00 - Revista Modern Drummer - Autógrafos

18h00 - Lady Snake - Autógrafos Hangar

 

 



- Postado por: Michely Sobral às 21h43
[ ] [ envie esta mensagem ]

___________________________________________________




Show do Almah Em Fortaleza – Informações:

 

 

O ALMAH se apresentará aqui em Fortaleza, no Ilha da Folia, dia 5 de outubro, seguido pelas bandas: Ark Of Sin ( CE) e SamhainFall ( CE).

A banda é liderada pelo vocalista Edu Falaschi (ANGRA) que acabou de reformulá-la com um verdadeiro time de estrelas. O grupo está em turnê por todo o país e, posteriormente, seguirá para Europa, Estados Unidos e Japão. O ALMAH conta, além de Edu Falaschi nos vocais, com os demais músicos do ANGRA, os virtuosos instrumentistas: Aquiles Priester (bateria), Felipe Andreoli (baixo) e Fabio Laguna (teclados). E pra completar o quinteto, Marcelo Barbosa, o mestre das guitarras do KHALLICE. Para a realização da turnê, a banda ALMAH preparou um repertório que abrange as músicas do próprio CD e alguns dos maiores “hits” da banda ANGRA, compostos por Edu Falaschi, como “Nova Era”, “The Course of Nature”, “Spread Your Fire”, “Heroes of Sand” e “Bleeding Heart”. Também estão presentes alguns “covers” de clássicos do Rock.

 

O álbum de estréia da banda ALMAH, lançado mundialmente em março de 2007, mostra o cantor como um músico completo. Além de atuar como vocalista, Edu produziu o disco, compôs todas as músicas e letras, gravou os violões e teclados, e criou os arranjos de vozes, guitarra, baixo, bateria, teclados e orquestra. O álbum é conceitual e as letras falam sobre sentimentos humanos. O disco foi inteiramente gravado por músicos de renome internacional como: Casey Grillo (baterista do KAMELOT), Emppu Vuorinen (guitarrista do NIGHTWISH) e Lauri Porra (baixista do STRATOVARIUS), e ainda contou com a participação de músicos convidados como Mike Stone (guitarrista do QUEENSRYCHE), Edu Ardanuy (guitarrista do DR. SIN), dentre outros. O álbum tem recebido resenhas positivas em vários dos mais importantes sites e revistas de rock do mundo, chegando a ficar em vigésimo terceiro lugar nas paradas de Heavy Metal da Europa. O álbum também ajudou Edu Falaschi a ser apontado entre os cinco melhores vocalistas do mundo, pela revista Burrn no Japão. www.edufalaschi.com.br

 

Serviço:

 

Participações das bandas: Ark Of Sin e SamhainFall

Data: 5 de Outubro de 2007

 

Horário: A partir das  22h00

Local: Ilha da Folia - Av José Bastos 3200 (Antigo Metrópole)

Ingressos: R$ 12,00 Antecipado ( R$ 15,00 na Hora)
 A venda na Planet Cd's (Galeria Pedro Jorge, Sala 207 - 2° andar. Rua Senador Pompeu, 834. Centro) e na Kanganço (Galeria Pedro Jorge, 3° andar. Rua Senador Pompeu, 834)

Informações: (85) 3225-9520 – (85) 3253-3981 -  (85)3254.2993

 

Realização: Ilha da Folia

 

Apoio: Cut Midia, Planet Cd's, Tv União, Burn Art, Kangaço.



- Postado por: Michely Sobral às 09h28
[ ] [ envie esta mensagem ]

___________________________________________________




 Aquiles Priester realiza workshop hoje em Toledo/PR:

 

 

DIA 23/09 – TOLEDO/PR
Horário: 19:00
Local: Auditório da Unioste
Ingressos à venda: Mundo das cópias, Música e CIA
Informações: (45) 8811-1662, (45) 3055-2548 e (45) 9113-8635

 

E amanhã Aquiles se apresenta em Arapongas:
 
DIA 24/09 – ARAPONGAS/PR
Horário: 20:00
Local: Teatro Vianinha
Ingressos à venda: Academia de Música Toque Talento
Informações: (43) 3055-4632, (45) 9113-8635.

 



- Postado por: Michely Sobral às 08h21
[ ] [ envie esta mensagem ]

___________________________________________________